terça-feira, 5 de novembro de 2013

Devaneios Noturnos

google - Imagens
Cada gesto,
Por minúsculo que seja,
Há um sentido,
Vem à pergunta,
Qual motivo ter nascido?
Por que não há nada concreto,
O sorriso pervertido,
Meio ao olhar discreto,
Lá estava eu novamente,
Em um mundo perdido.



Saulo R. Mazagão

Nenhum comentário:

Postar um comentário