quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Inspiração da chuva...


Tempo

É de um nada,
E estamos ai,
No meio da calada,
Anoitece e vai,

Tempo voa,
Pelo mundo afora,
Seu som mudo ecoa,
-Atrasado. Não tenho hora!

Passam dias,
Passam noites,
Anos e alegrias,
E acontecimentos nos calam,

Das palavras não ditas,
Do símbolo dos gestos,
E de palavras escritas,
Fica no imodesto tempo.


4 comentários:

  1. marcoviniciospm@bol.com.br7 de dezembro de 2011 14:53

    Profundas palavras. Capazes de tocar os corações.

    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. marcoviniciospm@bol.com.br7 de dezembro de 2011 14:59

    Dizem que a felicidade está em algum lugar onde nossa vã consciencia imagina conhecer. Portanto se paramos para pensar, decobrimos que tal meta se vai de encontro ao tempo; este que se não bem compreendido, nos torna meros expectadores de nossa existencia.

    Ah o tempo........

    ResponderExcluir
  3. o tempo o grande senhor que muitas vezes nos domina , mas para nós, os amantes da vida, ele nunca nos intimida.
    para quem ama não existe tempo.
    para quem vive a vida em busca da felicidade o tempo é só o marcar do espaço entre o que fomos e o que somos.

    ResponderExcluir
  4. Faço da citações de remall e de marco minhas palavras... Embora nós intimida as vezes, não deixamos de viver os novos momentos, aqui cabe a compreensão para que não nos tornemos "meros expectadores"...

    E obrigado pela visita!

    ResponderExcluir