quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Inspiração da chuva...


Tempo

É de um nada,
E estamos ai,
No meio da calada,
Anoitece e vai,

Tempo voa,
Pelo mundo afora,
Seu som mudo ecoa,
-Atrasado. Não tenho hora!

Passam dias,
Passam noites,
Anos e alegrias,
E acontecimentos nos calam,

Das palavras não ditas,
Do símbolo dos gestos,
E de palavras escritas,
Fica no imodesto tempo.